O QUE É
A VERDADEIRA VIDA EM DEUS

A Verdadeira Vida em Deus é a compilação de cerca de 2000 mensagens que Vassula Rydén tem recebido de Deus desde o ano de 1985. As Mensagens são profundamente espirituais e são escritas em linguagem direta e clara. Nas Mensagens, Deus convida cada um de nós a conversarmos diretamente com Ele e nos pede que substituamos o nome de Vassula nesses textos pelos nossos nomes.

 

VASSULA APRESENTA
A VERDADEIRA VIDA EM DEUS

Encontros com Deus e o mundo sobrenatural - Vassula Rydén

 

 

Testemunho

Conheci Garabandal através da Obra de AVVD.

Após tomarmos conhecimento das revelações da Mãe do Céu em Garabandal, através da Obra de A Verdadeira Vida em Deus, resolvemos ir, em peregrinação, ao local das aparições em Garabandal, região dos Montes Cantábricos, no norte da Espanha.

Viajamos para Portugal, eu e a minha esposa, e deixamos no Brasil nossos dois filhos mais novos, Bruno e Diana. A nossa filha mais velha também se encontrava na Europa a trabalho. Foi em janeiro de 2003. A Europa estava sob fortes temporais. Viajávamos temerosos, com este mau tempo, por estrada desconhecida. Ao cair da noite, resolvemos ficar num hotel, ao longo da rodovia. O noticiário anunciava fortes tempestades de neve, para a manhã seguinte.

Ligamos para o Brasil, para saber dos dois filhos mais novos. Nossa filha atende-nos chorando, assustada, porque seu irmão estava muito doente: de cama, com febre e muito fraco. Sua frase: “Pai, o meu irmão pode morrer e ele não quer ir ao médico”.

Nosso coração, já temeroso pelo mau tempo, agora com esta notícia, ficamos arrasados. Que fazer? Rezamos o terço à Mãezinha de Garabandal. Pedimos a ela que protegesse nossa família e nos garantisse uma boa viagem para Garabandal, local que o Céu escolheu para Suas aparições.

Pela manhã, verifico que o tempo estava totalmente mudado. Sem chuva, sem vento e a atmosfera estava limpa, sem nuvens. Um novo dia, um Novo Tempo. O carinho de Deus começa a se manifestar.

Observei que a rodovia estava muito úmida e, com a geada e o frio durante a noite, ficou todo envidraçado, criando uma base escorregadia. Neste momento, em que observava, surge, na curva, uma enorme carreta carregada, fazendo um grande estardalhaço, pois transitava com correntes de ferro nos pneus, quebrando todo o solo “envidrado”. Neste momento o meu coração louvou ao Senhor, pela Sua manifestação de amor. Quem como o nosso Deus? Ele Se manifestava para os peregrinos de Garabandal. Reiniciamos nossa viagem para Garabandal. Agora com uma atmosfera limpa, céu azul, o sol começava a bater nas montanhas cantábricas, cheias de neve, que havia caído naquela noite. Oh, como o meu coração louvava ao Senhor pelas Suas Maravilhas.

Chegamos a Garabandal, pequeno povoado situado no cimo de uma encosta. Subimos até junto dos pinheiros, onde Nossa Senhora apareceu tantas vezes as quatro videntes e atraiu tanta gente nesse período das Aparições. Ali oramos à Mãe do Céu pela nossa família e pelo mundo e pedimos perdão pelo descaso que o homem votou a tão grande acontecimento. Ali, pudemos admirar o maravilhoso dia que o Senhor nos concedeu. Ao descer a encosta, liguei para o Brasil, para saber do filho. Eu queria que ele escutasse as “ondas sonoras” de Garabandal. Quem atendeu? O Bruno que disse: “Pai, eu já estou bom!”. Meu coração ficou aliviado e cheio de alegria e comoção, louvei ao Senhor pelos milagres concedidos neste dia.

No dia seguinte, o Bruno foi ao médico, que confirmou estar com “dengue”, já em estado de recuperação.

Obrigado, Mãezinha de Garabandal. Obrigado, Misericórdia de Deus.

“... Minha Mensagem de Garabandal foi ignorada (...) despedaçaram o Coração de Deus e despedaçaram o Meu Imaculado Coração de Mãe; quero que rezes por todos os que te rejeitarão...” (AVVD – 30 de janeiro de 1988).

Alexandre Batista
Rio de Janeiro / RJ