O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Aniquila-te em Meu Corpo

13 de maio de 1987

(Ontem, 12 de maio, à noite, enquanto passava pela escada, fui detida por um forte odor de incenso. O cheiro alcançou até o segundo andar. Fiquei surpresa. Perguntei a meu filho se havia acendido uma espiral para matar mosquito (embora não cheirasse de modo algum como uma espiral, mas como puro incenso de igreja.) Ele respondeu que não. Deixei esse incidente de lado e ocupei-me com outras coisas. Uma hora mais tarde, fui até o escritório, onde geralmente escrevo, para pegar um lápis, e enquanto lá entrava, novamente esse forte e agradável aroma de incenso passou por mim e banhou-me inteiramente! Deixei aquele ponto específico para verificar se exalava em outro local; não, não havia odor algum exceto naquele mesmo lugar onde, pela segunda vez, eu o senti e novamente por ele fui envolvida.)

ó bem-amada, quando te cobri com Meu perfume, abençoei-te ao mesmo tempo;

Ó Jesus, éreis Vós?

sim, tu sentiste Minha Presença; esse era Meu sinal,1 o incenso vem de Mim;

Se apenas tivesse certeza naquela noite!

Eu te darei mais sinais de Minha Presença, Minha flor; no entanto fica alerta;

Jesus, meu Amor,
meu Pão, minha Vida, minha Alegria,
meu Alento, meu Repouso, meu Santo Companheiro,
meu Salvador, minha Visão, meu Tudo,
Eu Vos amo!

Vassula, ama-Me ardentemente; aniquila-te em Meu Corpo; enfeita-Me com palavras ternas, palavras carinhosas; faze Minhas dores diminuírem; alivia Minhas Chagas impregnando-as com palavras carinhosas;

(Descobri hoje, lendo Santa Teresa, que os odores existem. Se vêm do demônio, cheiram horrivelmente, ela diz. Estranhamente, isso foi hoje como que outra prova dada a mim, para mostrar-me que o perfume de incenso vinha de Jesus. Fiquei muito feliz!)


14 de maio de 1987

(Hoje, que alegria! Ao ler a vida de Santa Teresa d’Ávila que tinha visões, deparei-me com uma visão do inferno descrita por ela e senti-me muito contente por descobrir que corresponde a que Deus me dera. Ela o descreve assim: “escuro e absolutamente confinado; o chão aparentava estar cheio d’água, que parecia imunda, de barro malcheiroso”... etc., como uma gruta, teto baixo... minha descrição é de 7 de março de 1987.)


1 Jesus predisse no dia anterior que me daria um sinal de Sua Presença.


Compartilha esta Mensagem!