O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Minha cólera é tão potente quanto Meu perdão

22 de fevereiro de 1993

“Corrige-me, Iahweh, mas em justa medida,
não em tua ira, para que não me tornes pequeno demais.”1

Vassula, mensageiro segue mensageiro de perto, para dizer ao mundo que se arrependa; manifesto-Me como nunca antes, a fim de trazer todos, de muito longe, de volta a Mim e para seguir Meus Mandamentos; a qualquer momento, essa pequena chama bruxuleante no interior desta geração morrerá, se Eu não intervier; até o dia de hoje, eles se recusam a ouvir e a crer; quanto maior eles pensam, menor são aos meus Olhos; como podem encontrar Meu favor quando obstruem Meu Espírito Santo? o que Eu ouço da parte deles é: “quem tem autoridade sobre mim?” "sou autossuficiente;" tão grande como Minha misericórdia é Meu castigo; Minha cólera é tão potente quanto Meu perdão;

Meus templos2 têm agora um terreno comum com os comerciantes; trocaram Minha Santidade por um tributo a Satanás! falo daqueles que apostataram e permitiram uma Mentira passar por seus lábios e agora pretendem obrigar cada um a ser marcado com essa Mentira; estou cansado de suportá-los; outrora, a integridade vivia em Minha Casa, pois Minha Lei era seu pão de cada dia, mas veja no que Se transformou Minha Casa agora, numa desolação, uma toca para o lagarto e a aranha! ah! mas Eu desfarei tudo isso;

Meu Coração está despedaçado dentro de Mim, Minha filha, e Meus Anjos temem e tremem da Hora que reservei para irromper, quando Minhas Ordens forem dadas: não mais suporto ver as Lágrimas derramadas por Vossa Santa Mãe, todas as vezes que Meu Filho é recrucificado; os pecados de vossa geração levam Meu Filho ao Calvário, a todo momento;

unidos a uma só voz, o mundo blasfema contra Meu Espírito Santo e todos os poderes do Céu; diariamente o mundo Me provoca: “vede! vede no que se transformou a Casa do Senhor!” dizem eles, enquanto A derrubam, e, depois, dissimulam; Minha alma não consegue mais suportar os gemidos de Meu Filho sendo recrucificado; embora ambos, Meu Filho e vossa Santa Mãe, escondam o melhor que podem Sua dor, Meus Ouvidos ouvem tudo; Meus Ouvidos e Meus Olhos não são humanos e nada Me escapa; visto que é vossa geração que faz a escolha e não Eu,3 a Rebelião em Minha Casa fará desabar Minha Ira sobre vós e, em breve, a mais profunda escuridão, se propagará na Terra;

não é Minha escolha, mas vossa; escolhi levantar-vos de vossos túmulos com Misericórdia e Amor, Compaixão e Paz, mas vede quantos de vós permaneceis impassíveis diante de Minha oferta; nada mais vos comove;

esgotastes Minha Paciência e tu, filha, sê Meu Eco; eles te podem molestar duramente, mas Eu não lhes permitirei dominar-te; pelo contrário, tu serás como uma espada quando pronunciares Minhas Palavras; lembra-lhes, de novo, que sinto prazer, não na morte do homem perverso e rebelde, mas na volta do homem perverso e rebelde que muda seus caminhos para ganhar a vida; em breve, esta Terra que conheceis “desaparecerá”!4

decidi apressar Meu Plano por causa dos grandes pecados que vossa geração concebe; tudo desaparecerá, tudo envelhecerá como um vestido;5 esta será Minha forma de destruir a mancha do pecado, e percebereis que, desde o princípio, fostes Meus templos sagrados e que Meu Espírito vivia em vós;

ah! pelo Batismo de Fogo! rezai e jejuai nestes últimos dias; Eu Sou está perto de vós;

salfomeg

1 Jr. 10, 24.

2 Compreendi: almas.

3 Ao invés de escolhermos a Paz de Deus, escolhemos passar para a nova era através do castigo de Deus.

4 Hb. 1, 11; Ap. 21, 1-4.

5 Hb. 1, 11; Ap. 21, 1-4.


Compartilha esta Mensagem!