O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Não te desgastes nem te lamentes amargamente, enquanto és pregada em Minha Cruz
Toma-Me como um exemplo de dignidade

25 de setembro de 1992

Estou aqui,
para escolher meus passos nestas ruínas sem fim,
com um fardo em minhas costas.
Venho a Vós por consolo, por alívio,
e, agora, minha força se esvai,
e estou atormentada por uma dor que nunca dorme.

Com imenso esforço, atravessei os terrores desta Noite sem fim,
enfraquecida pelo cinismo dessas falsas testemunhas
que, todo o dia, importunam minha inocência.
Foi de Vosso agrado dar-me a chave
dos assuntos de minha alma, que eu sozinha jamais teria compreendido,
maravilhas além de mim e de meu conhecimento;
por essa razão, eles perseguem minha inocência.

Lá, em cada canto escuro, eles esperam por uma oportunidade
para roubar minha vida, se isso fosse possível.
Eles consideram-se Vosso povo, pensando que sua boca é o céu,
mas o que dizem é falso, ardiloso e enganador.
Tento ser arrojada e mostrar uma face corajosa
mas eles constantemente me atormentam.

Os ímpios têm mais caridade e humildade
que aqueles que afirmam seguir Vossa Lei,
mas nunca param de julgar
e não têm a menor hesitação em condenar,
fazendo a miséria me esmagar.
Se fossem os ímpios a me julgar, eu suportaria,
mas AQUELES, que se consideram Vosso povo! o Povo de Deus!
a quem o batismo une, nos une em Vossa Casa...

Eu lamento, mas não tenho o direito
de aliviar, de vez em quando, meu fardo em Vós, Senhor?
Sim, sei que pareço um livro, um Livro de Lamentações, ambulante;
mas vivo minha vida na inocência,
portanto, aliviai-me só por um momento, Senhor!

Vassula... não te desgastes nem te lamentes amargamente, enquanto és pregada em Minha Cruz, toma-Me como um exemplo de dignidade; em breve o joio será arrancado do trigo, antes que qualquer um de vós perceba; Eu te libertei muitas vezes das ciladas de teus inimigos, que esperavam destruir-te; então, filha, por que tens medo dos terrores da Noite? estou apenas combatendo dentro de ti... deixa-Me só, quando estou em Meu caminho para o lugar mais íntimo de tua alma:

Minha Morada;

Eu já vos disse, anteriormente, que vossa alma saltará, como se estivesse no fogo, cada vez que Minha Mão cair, abatendo-Se sobre Meus rivais que tomam Meu Lugar; Eu sou Mestre e pretendo permanecer vosso Mestre; Eu vos estabeleci como Meu Alvo para Minhas flechas; não, Vassula, não há graças sem sofrimento; oh! o que não faria pelos Meus mais próximos, Meus queridíssimos amigos!1

Então, permiti-me fazer uso das palavras de Santa Teresa d'Ávila e dizer-Vos: "Não é de admirar que tenhais tão poucos amigos!”

todos os homens são fracos... no entanto, responderei ao teu comentário e digo-te: se tua alma apenas soubesse o que te ofereço e faço por ti; serias tu quem Me pediria mais provações, sofrimentos, cruzes, tudo! Eu disciplino aqueles que amo, por isso não contestes o que Me parece bom; és Minha joia e, como se faz com algumas pedras preciosas, Eu te corto, lapido e moldo na forma que tenho em Mente; portanto, digo-te, enquanto tiveres um sopro de vida dentro de ti, deves continuar o trabalho que Eu, Próprio, te dei; quanto àqueles que se consideram Meus, mas que ainda são ofensivos no que diz respeito a assuntos espirituais, dize-lhes: “se fôsseis cegos, não seríeis culpados, mas uma vez que dizeis “nós vemos e podemos falar”, vossa culpa permanece!” quantas vezes terei de repreendê-los por sua incredulidade e obstinação?

vem, fica em Paz; Eu estou contigo pelo resto de tua jornada;

selfish

28 de setembro de 1992

Ah! Minha aluninha! Eu te abençoo; ama-Me e glorifica-Me, pois Eu sou três vezes Santo!

salfomeg

1 Jesus estava cheio de alegria.


Compartilha esta Mensagem!