O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Para todos os lugares onde Meus Olhos Se voltam, vejo traição

16 de junho de 1992

(Esta manhã, fui tentada e tive uma pequena dúvida de que era Deus, realmente, Quem falava comigo.)

“Iahweh, dá ouvido às minhas palavras,
considera o meu gemido.
Ouve atento meu grito por socorro,
meu Rei e meu Deus.”1

Vassula, Eu, Iahweh, te amo; lembra-te, minha filha, de como estava angustiado,2 ao falar-te de Meus filhos que Me abandonam; Vassula, dize-Me, onde foi que adquiriste essa grande quantidade de sabedoria sobre as Escrituras, se não fosse pela Própria Sabedoria, que te sorriu e se tornou tua Professora pessoal?

Vassula, sou teu Abba, deixa-Me dizer-te: no início, vivias para um único propósito, vivias para ti mesma, servias à tua vaidade; acreditavas, então, estares vestida de esplendor e glória; mas, na realidade, estavas bastante nua; ninguém chegara a ti para dizer quão nua estavas, até que Eu Próprio vim para brilhar em ti e em tua escuridão; só então, pela primeira vez, teus olhos te viram à Luz da Verdade; tu te viste como realmente és; se não fosse pela Minha Compaixão, uma espada te esperava;

no entanto, tive compaixão de ti e, em Minha Misericórdia, soprei em tuas narinas, revivendo-te; depois, restaurei tua memória sobre a nossa relação; fiz grandes coisas por ti:

Eu te desposei,
e tu te tornaste Minha;3

em seguida, formei-te para que te tornasses uma filha conforme Meu Próprio Coração, que levaria todo Meu Propósito: trazer Meu povo de volta para a verdadeira fé baseada no Amor e compartilhar a Cruz de Meu Filho, a Cruz da Unidade; formei-te a fim de viveres não para ti mesma, mas para Mim; ensinei-te, Minha filha, quão maior é servir Minha Casa do que servir à tua vaidade;

agora, passas tua vida Comigo, pois esta é a parte que te foi destinada na vida e nesta era de Grande Apostasia; por isso, qualquer que seja o trabalho que Eu te proponha fazer, faze-o; faze-o de todo coração com um só propósito, o de glorificar-Me; o mundo está sonolento e corre graves riscos, uma vez que desconhece o que está para lhe acontecer; seu pecado e sua apostasia lhes trarão a morte; ninguém pode dizer quando será o Meu Dia; a Hora virá de repente sobre todos;

hoje, fiz grandes coisas para vos salvar; plantei Vinhas em toda parte, de desertos, fiz jardins e pomares; Eu sou um Pai aflito por um luto prematuro, pois vejo o quanto o mundo está mais disposto a matar do que a amar; diariamente, irrompem maciças iniciações com assassinato de crianças; para todos os lugares onde Meus Olhos Se voltam, vejo traição, assassinatos, corrupção, adultério, fraude, desordem no matrimônio, pessoas que zombam da religião, profanação das almas, perjúrio, pecados contra toda a natureza; como posso ficar calado? eis por que a Justiça atingirá tudo isso; eis-Me aqui falando abertamente como um Pai, ansioso mas ofendido e aflito; dos Céus, Minha Voz geme, ouvi-Me; existirá, entre vós, algum homem justo?...

(De repente, os Olhos de Deus voltaram-Se para mim. Ele interrompeu, abruptamente, seu ditado.)

Vassula, vai fazer teus outros deveres também; estou ciente de teu tempo e de tua capacidade; bem-amada de Minha Alma, sacia tua sede em Mim; Eu Sou uma Fonte Viva de Pureza e te amo;

vem, Nós4 te abençoamos, vem;

(Mais tarde)

pequena, sê uma Comigo; estás pronta?

Sim, Senhor.

ouve-Me, então: por quanto tempo ainda serei ofendido por não Me escutares; e por quanto tempo ainda, geração, devo gritar em teu ouvido, “arrepende-te” e não Me ouvirás? mas vê, Eu desperto os mortos, essas pessoas inúteis cujo comportamento era assustador e longe da santidade; o mundo será preenchido com Meu Conhecimento e Minha Glória, pois, assim como as águas do mar aumentam de volume, Meu Espírito, tal como uma maré, também virá e ninguém será capaz de impedir o Meu Espírito de fluir;

Vassula, reza Comigo:

Senhor, em Vossa Força e em Vossa Sabedoria
Vós me formastes e me educastes;
em Vosso Amor, Vós me ajudastes,
e eu me tornei Vossa esposa;
Senhor, Vós me confiastes Vossa Mensagem;
louvado sejais, Senhor;
vinde, Senhor, maranatha!
amém;

e Eu te digo: estou no Caminho de Regresso; como um viajante que partiu, Eu, Jesus, estou na estrada de volta a vós;

Meu Senhor, falai-me sobre isso, faz-me feliz!

Minha filha, já falei uma vez... Eu não falarei outra vez;

O que quereis dizer, Meu Senhor?

Minhas palavras são claras...

Eu ainda não sei o que quereis dizer, Senhor.

olha, Minha filha, teu Deus vem vindo! o Amor está vindo, Ele vem para viver no meio de vós;

Dizei-me ainda mais, Senhor!
Nós todos nos deliciamos em ouvir
a Esperança falar onde há desespero;
o Amor manifestar-Se onde há ódio;
a Paz ser anunciada onde há guerras e conflitos.

coragem! não tenhas medo nem te entristeças, por estes poucos dias que restam; confia sinceramente em Mim; sê forte, permanece firme, sim, permanece firme e farei com que tua voz chegue tão longe quanto as nuvens, para proclamares Minha Mensagem; aproxima-te de Mim, aproxima-te...

salfomeg

1 Sl. 5. 1-2.

2 Mensagem datada de 19 de setembro de 1986, do Pai Eterno. (Ver em “Meu Anjo Daniel”.)

3 Alusão à Isaias 54, 5: “porque o teu esposo será o teu criador, Iahweh dos Exércitos é o seu nome.”

4 A Santíssima Trindade falou.


Compartilha esta Mensagem!