O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Tua Mãe cuida de ti, Minha filha

4 de dezembro de 1990

Senhor,
sois Tudo, e eu, nada.
Sois estupendamente Grande,
por isso, o que são meus louvores para Vós, o Santo dos Santos?
Ninguém pode glorificar-Vos o bastante,
no entanto, meu coração chama incessantemente Vosso Nome
porque engastastes meu coração no Vosso.

teus louvores e teus apelos não são em vão; ama-Me e louva-Me sem cessar, pois enquanto eles veem de teu coração, eles Me são aceitáveis;

Senhor, Vós abristes para mim as portas do Céu,
e das Reservas do Céu,
Vós me alimentastes com o Maná que reservastes para minha alma,
Vós me destes o Pão do Céu!

todas as palavras que te falei são Espírito e são Vida; cresce em Meu Espírito para que te tornes uma perfeita testemunha de Meu Santo Nome;

e agora te peço para não ceder à angústia;1 vê Minha Vassula, Minha Cruz é pesada e, ah! tenho necessidade de repousar, de vez em quando; Eu disse: "quem é generoso o bastante para carregar Minha Cruz por Mim?" e tu respondeste: "tomai-me, purificai-me e fazei uso de mim como Vos agradar;” a Cruz de Paz e Amor para unir todos vós está a teu cargo agora... mas pupila! desde toda eternidade, Eu te predestinei essa Cruz; tu Me pertences e, por essa razão, deves refletir Minha Divina Imagem; Eu sou Aquele que supre tua alma de Minhas Infinitas Reservas; não te abandonarei, alma; Eu te encherei como um turíbulo de incenso para que teu amor alcance o céu como uma coluna de fumaça perfumada;

portanto, não te canses de escrever, não te canses de abençoar teus perseguidores, não te canses de dar tuas costas aos açoitadores; podes ficar triste a ponto de morrer, mas a Rainha cuida sempre de ti, devolvendo-te à alegria e à vida; a Rainha te dá coragem e trata de tuas feridas com Seu Amor Maternal e Afeição; tua Mãe cuida de ti, Minha filha, como cuidou de Mim; em tua miséria e angústia, Ela vem voando e leva-te para o Seu Aposento,2 o mesmo Aposento em que Me concebeu;

por isso, não guardes tuas lágrimas, porque enquanto tu as derramas nesse exílio, por causa dos muros que Meu povo construiu em todas as direções, em Minha Casa, dividindo-se, Eu também derramo Lágrimas de Sangue para misturá-las às tuas, assim, quando o Pai vir tuas lágrimas misturadas às Minhas, não recusará tuas súplicas de suspender o anátema, pois elas não mais serão tuas lágrimas, mas as Minhas;

grita, pupila, para que a Terra inteira, de ponta a ponta, arrependa-se e volte para Mim, uma, sob Meu Santo Nome; Vassula, carrega Minha Cruz com amor e não com consternação; sê feliz;

selfish

6 de dezembro de 1990

(Mensagem para uma alma consagrada.)

Meus lábios pronunciaram:

vem; vem a Mim
vem; vem a Mim e Eu te apascentarei;
Eu jamais te faltarei,
nem jamais esquecerei de te pastorear,
Comigo, jamais terás fome ou sede;

selfish

1 Estava triste por causa de mais perseguições.

2 Seu Coração.


Compartilha esta Mensagem!