O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Deixa-Me ouvir tua voz antes que a noite caia

3 de abril de 1990

Anseio por Vós Jesus, meu Salvador,
Vós que me arrebatastes do abismo,
sei que me tratais ternamente,
e que me fazeis sofrer para melhor educar-me,
sede meu Salvador novamente!
Renovai minha alegria, desenraizai de mim todo o mal
uma vez que amais a Santidade e a sinceridade de coração!

fica em Paz, Minha filha; o sofrimento é Meu Dom a ti, para santificar-te; serei a doce tortura de tua alma nua, o tormento de tua mente,1 a insaciável sede de tua boca, o pulsar de teu coração; abre teus olhos, alma, e prossegue no teu caminho para a santidade; oferece-Me tua vontade... abre teus olhos e olha, alma! olha para o rasto que deixei atrás de Mim... Meu Caminho é marcado com Meu Sangue, segue essas marcas e elas te conduzirão a Mim; não busques aliado e não perguntes: "o que é isto?" ou "o que é aquilo?" Minha Força sustentará tuas quedas; vem para Mim, alma, e Eu te oferecerei Meu Cálice; Vassula, não recuses Meu Cálice, embora Meu Cálice tenha gosto amargo, bebe-o; bebe e dá-Me Glória e, como mirra, derramarei em ti Minhas Bênçãos;

escuta, Vassula, Minha filha, embora estejas rodeada por Meus inimigos permanecerás ilesa, portanto não tenhas medo, mas avança, segue as marcas de Meu Sangue e não olhes para a direita ou para a esquerda; Eu estou diante de ti, esperando-te para santificar-te; vem, vem só, não quero encontrar rivais em ti;

por causa de Meu grande Amor por ti, come menos nestes dias de purificação; Eu sou teu Redentor que está no final desta estrada; abre teus olhos e olha para as marcas de Meu Sangue que derramei por ti; que estes dias sejam memoráveis para ti; desperta, alma, por que dormes? vem e encontra tua força em Mim; vem e saciarei tua sede se tu satisfizeres Minha sede de Amor; este, Minha filha, é teu débito, desde que fui Eu que vim para libertar-te do abismo e desde que fui Eu que vim em teu auxílio, mostrando Meu grande Amor por ti; vem agora e oferece-Me tua vontade, mostra tua ânsia em aplacar Minha insaciável sede de amor, deixando algumas gotas de teu amor em Meus Lábios ressecados, Eu as acolherei como as flores silvestres do deserto acolhem o orvalho da manhã;

alma! não és nem irrepreensível nem fiel, no entanto Eu te perdoei em Minha Pureza e Minha Luz, Eu apaguei cada pecado teu; portanto, agora Me agradece, levanta teus olhos para Mim e olha o estandarte que estou desfraldando acima de ti... entre muitos Eu te escolhi para mostrar à humanidade Meu estandarte de Amor e de Misericórdia, que exibo acima de vossas cabeças;

geração! como um amante que segue sua amada, vou em todas as direções buscando, por todos os meios possíveis, fazer-te Minha por toda a Eternidade; mostra-Me, geração, que atrás de tua muralha posso ainda encontrar um amigo fiel... mesmo que não encontre nenhum, ao menos um amigo hesitante... e transformarei tua falsidade em um discurso sincero, para que o Dia do desastre não te atinja; amigo! tu, que ainda hesitas entre o mal e o bem, não sejas tíbio! ainda não compreendeste que Meu Coração está doente de Amor? vem e sente as Batidas de Meu Coração, cada Batimento é uma linda canção de Amor para ti, amigo; um apelo do Amor Ciumento Amor;

vem a Mim antes que o sol se ponha e antes que as sombras da noite caiam como um véu sobre ti, vem a Mim, não Me deixes de novo no desalento até amanhã; vem, antes que a Ventania e o Fogo cheguem para dispersar-te como palha; vem a Mim, e cuidarei de tua alma nestes dias de aflição; deixa-Me ouvir-te, alma, deixa-Me ouvir o som de teu passo, deixa-Me ouvir tua voz antes que a noite caia...2 a figueira está madura e logo estarás comendo seus primeiros frutos... feliz de ti que estás agora com fome, porque serás satisfeito;

o Amor ama-te, Minha Casa é tua Casa; cai em Meus Braços e Eu encherei tua aridez com o fluxo de Meu Amor;

vem, Eu, Jesus, amo-te sem medida;

selfish

1 Ou seja: ter sede de Deus e sofrer por não estar já no céu com Ele.

2Jesus, de suplicante, repentinamente mudou o tom.


Compartilha esta Mensagem!