O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Garabandal

04 de setembro de 1987

(No meu bloco particular de anotações, Jesus deu-me uma mensagem que me estarreceu. Levantei-me abandonando-a e mais tarde, quando voltei a escrever, Jesus tornou a repeti-la. Comecei a ter medo. Meus pensamentos, como uma vez anteriormente, entraram em confusão; perguntava a mim mesma e a Deus, “Por que eu?” Por que todos estes escritos começaram, por que me sinto assim, ligada a Deus? Há um ano e meio atrás como era eu e como sou agora? Estou vivendo na Verdade e sinto-me responsável por tudo o que está acontecendo. Sinto que deveria agradar a Deus, mas outra vez tive dúvidas, que me fizeram pôr Jesus à prova. Duvidando, aproximei-Me Dele, e Ele sabia disso. Tinha em mente escrever o que quisesse, controlando eu própria minha mão.)

Jesus?

Eu sou; e então? podes tentar outra vez;1

escreve... escreve! Amor, Amor, Amor, Amor;

(As reticências mostram como eu lutava para escrever, sem o conseguir; então Ele escreveu a palavra “escreve” e forçou minha mão a escrever “Amor” quatro vezes; enquanto eu lutava a fim de parar minha mão.)

Eu sou Amor; Eu te recordarei que em teus ombros coloquei Minha Cruz de Paz e Amor; vamos! vamos! levanta! levanta! filha, percebes por que te formei? formei-te para unir Minha Igreja, altar, não te disse que ouvirás a verdade da boca da criancinha, e não do sábio? disse que os sábios certamente ouvirão, e jamais entenderão, certamente enxergarão, e jamais verão, porque seus corações se tornaram insensíveis; eles taparam seus ouvidos, e fecharam os olhos;

Vassula, Eu te ressuscitei dos mortos, instruindo-te com Sabedoria; não tenhas medo e avança;

(Jesus deu-me uma visão na qual eu estava diante Dele e sentia-me indecisa. Ele segurou minhas mãos e, enquanto andava para trás, puxava-me para que eu avançasse.)

ó filha, como te amo! flor, tudo o que sentes vem de Mim, avança;

(Senti que estava dando meus primeiros passos e vibrei!)

Vassula, sendo tímida, tu Me encantas; filha, escreve esta palavra:

Garabandal

Vassula, quando te despertei de teu sono, não foi apenas para te acordar, mas também para que pudesse fazer uso de ti, bem-amada; o purificar-te não foi somente para te limpar, mas para que sentisses Minha Presença e para que estejas em Minha Presença; sirvo-Me de ti não apenas para que redijas Minhas Mensagens e desejos, mas para que escrevas Minhas bênçãos para Meus filhinhos de Garabandal;

venho para que Minha Mensagem seja glorificada; altar, mantém essa chama acesa; por Meu Poder restaurarei Minha Igreja; ama-Me, não vaciles, apoia-te em Mim e repousa; Eu te ajudarei a progredir; a hora está próxima, reza Comigo,

“Pai,
recebei-me em Vossos Braços,
deixai-me repousar junto de Vós,
santificai-Me, Pai,
quando Me receberdes,
perdoai meus pecados
como eu os perdoei aos outros.
Glória a Deus meu Pai,
eu Vos bendigo, amém.”

5 de setembro de 1987

Vassula, não tenhas medo, escreve a palavra Garabandal;

Garabandal é a sequência de outros sinais; as aparições de Garabandal são autênticas, crê em tudo o que não viste; acredita, acredita, filha, Eu Me servi de ti para poder Me manifestar através de ti; Minha Mãe apareceu às Minhas almas escolhidas; de suas bocas a Verdade foi dita, mas muitas de Minhas almas sacerdotais as declararam incertas e algumas delas as rejeitaram completamente;

Eu Me manifestei através de ti para suspender essa dúvida sobre Garabandal; as aparições de Garabandal são autênticas e Meus filhos realmente viram Minha Mãe e ouviram Suas Mensagens; Vassula, uma prova mais difícil virá sobre ti, tornando Minha Cruz mais pesada sobre teus ombros e aumentando Meu Cálice de Justiça; Eu avisei o mundo;

Meu Deus, provavelmente muito poucos sabem deste acontecimento.

é verdade, muitos não sabem por causa das dúvidas e temores de Minhas almas sacerdotais; duvidando, elas rejeitam Minhas Obras Celestiais, elas se esqueceram de que Eu sou Onipotente; endureceram seu coração, perderam sua espiritualidade; cegas, elas procuram sem luz e sem Sabedoria;

todas Minhas Obras Celestiais sempre foram dadas a simples crianças e jamais a sábios; Minhas Obras não parecem ortodoxas a seus olhos, mas isso acontece porque eles se comparam a Mim;

Eu, desde o início dos tempos, nunca vos abandonei;2 Vassula, tu te recordas dos fariseus?

Sim, Senhor.

em certo momento, eles Me acusaram de pregar contra a Lei de Moisés; que diferença há hoje? fui acusado de promiscuidade e de ir contra sua Lei; as acusações atuais e a incerteza não estão longe disso; deixa-Me dizer-te: aqueles que confrontam as revelações, aparições e Mensagens, são os que Me ferem; eles são os espinhos em Meu Corpo; disse-te, há algum tempo,3 que te conduzirei com Força Divina até o mais profundo de Meu Corpo Ensanguentado; disse que te apontarei com Meu dedo aqueles que Me ferem; Eu sou Jesus Cristo, o Filho Amado de Deus; Vassula não tenhas medo, pois estou diante de ti;

6 de setembro de 1987

Jesus?

Eu sou; por acaso eu te abandonarei? envolve-Me com coroas de amor; reúne Meus filhos à Minha volta, deixa-Me abençoá-los; Eu, que os aguardava, esperei por esta hora; venho para acolhê-los e abençoá-los; reúne os Meus bem-amados, os Meus, os Meus cordeiros; abraça-os por Mim, acaricia-os por Mim, recorda-lhes Minha Promessa; ama-os, une-os; vem para perto de Mim, deixa-Me instruir-te com Sabedoria;


1 Tentando controlar minha mão.

2 Ele fez-me compreender que os sinais dados são para nos lembrar de Sua Presença entre nós, encorajando-nos.

3 No dia 11 de junho, Deus repetiu a mesma mensagem. Ele disse que não os pouparia. Naquele momento, eu não sabia a quem Ele se referia.


Compartilha esta Mensagem!