O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Meu Novo Cântico de Amor

9 de julho de 2020

Vem, filha, recebe a Minha Paz; ouve-Me e escreve:

Meu Novo Cântico de Amor que vos dei é um Presente que foi reservado para os vossos tempos; é a Minha Canção Nupcial cantada por Mim, vosso Deus;

incessantemente, como a estrela da manhã entre as nuvens, tenho saído do Meu Trono, revestido de Luz Gloriosa, para alcançar todos vós; e quando abro Meus Lábios para cantar diariamente aos Meus bem-amados, juntamente com todos os Meus Anjos e Santos, um raio ofuscante de luz jorra de Minha Boca, com luzes cintilantes, envolvendo a escuridão deste mundo; e como Minha Palavra é Palavra de Vida, as nuvens e a escuridão desvanecem, dissipando-se como neblina, com cada Palavra que brota de Meus Lábios;

Meus Cânticos são revestidos de Majestade e de Poder Real, Minha Vassula, transcendendo os mundos, perfumando-os com Minha fragrância Nupcial; Minha Doçura e Meu Amor são mais doces do que o favo de mel; não vos mostrei, em todos esses anos, sinais do Meu Amor? não vos abracei a todos com beijos amorosos de Minha Boca? não notastes o Meu Olhar de Amor terno e a doçura de Minhas carícias em vossa face, uma doçura que transcende qualquer sentido? não vacileis nem hesiteis, abri vossa boca e Eu vos alimentarei diretamente com a Palavra de Minha Boca para obterdes a magnificência da Sabedoria;

abro Meus Lábios para cantar para Minha Noiva1 que louva o Meu Nome dia e noite, Minha Presença está dentro d´Ela, mantendo-A viva, rodeada por Meus Anjos que compartilham Minha Alegria; sabei que Minha Presença em plena Majestade transcende a terra e o Céu, pois Meu Nome faz tremer a terra, faz tremer os Céus, pois nenhum outro Nome é sublime e Majestoso como o Meu; Eu canto para Minha Noiva para que ela Me renda o que Me é devido, e Eu, no Amor exuberante que tenho por Meus Amados, continuarei mantendo intactos os Presentes Reais que vos dei;2 vedes? estou Me levantando em vossos dias, como um sol que brilha radiante, em busca de Minha noiva por quem Meu Coração anseia; não posso conversar com Minha noiva?3

e vós, que esquecestes o vosso Criador e Noivo à porta do vosso coração, não tendes o desejo4 de sair do vosso túmulo escuro e ver a Luz deslumbrante de Minha Glória? não tendes vontade de que Eu inale em vós o Meu Sopro de Vida? não pergunteis Quem é Aquele que está diante de vós com Véus de Divindade; agora bato à porta do vosso coração, vós Me fizestes esperar tempo demais; por quanto tempo ainda Me fareis esperar, Meus amados? abri o vosso coração para Me reconhecerdes, pois Eu Sou é o vosso Rei e o vosso Noivo; é Aquele que está oculto atrás dos Véus de Sua Divindade;

Meu semblante, uma figura de Luz, cheio de graciosidade com Majestade e Glória; Minha túnica, docemente perfumada com incenso,5 cintilando no crepúsculo, bordada com ouro e safiras, brilhando com pedras preciosas; até agora, nunca vos foi permitido contemplar-Me em Minha Glória que está oculta atrás do Meu Véu; se abrirdes a porta do vosso coração, Meu Véu será erguido e Minha Sagrada Face vos será revelada instantaneamente, transformando vosso sopro em incenso; não olheis para o outro lado, Meus amados, não estremeçais, não tenhais medo de Minha prodigiosa Presença, mas abri o vosso coração a Mim, ao vosso Noivo, pois sempre pertencestes a Mim e a ninguém mais; Vedes? abri o vosso coração e pedi-Me para entrar nele e Eu o restaurarei com óleo de unção; pedi-Me para iluminar a vossa alma e Eu removerei a vossa escuridão do pecado; na aridez da vossa alma Eu farei florescer a natureza; pedi-Me para apagar a vossa miséria, a frieza do vosso coração e a vossa incapacidade e Eu vos consolarei e vos banharei calorosamente em Minha Luz; com óleo escorrendo de Meus Dedos impregnarei vosso coração6 para vos abençoar, enchendo-o e ungindo-o com a Unção de Meu Nome, dissolvendo vossa miséria e apatia, substituindo-as permanentemente por Minha Divindade; os Meus beijos Divinos na vossa fronte vos marcarão como Meus, por isso não permitais que vossa fraqueza vos atinja,

pois Eu sou o Deus dos humildes;

então, como um Noivo que conduz sua noiva ao Altar, com tua cabeça encostada no Meu Ombro, Eu te conduzirei até o Meu Banquete Real, com Meu Braço esquerdo em volta de tua cintura, enquanto te seguro com firmeza em Meu abraço, para que juntos possamos festejar na magnanimidade da Minha Casa Real; Comigo, nada te faltará; Eu proverei e adornarei tua alma com a Glória do Meu Nome e com a Minha Divindade, Eu te vestirei com brocados, com mirra e aloés fluindo de tuas vestes nupciais; e quando, mais tarde, estivermos sentados próximos um do outro em nosso leito Matrimonial, coberto com um dossel dourado, Eu te envolverei inteiramente em Mim Mesmo, apagando os pecados de tua juventude;

Eu te ensinarei com ternura
o rumo certo que deves tomar
;

incumbindo-te de carregar os Meus mais preciosos Presentes, Minha Coroa de Espinhos, Meus Cravos e Minha Cruz, como lembrança da Grandeza do Amor que tenho por ti; Eu te receberei, Minha amada, ensinando-te com amorosos sussurros a Oração da União, cantando na Minha harpa de marfim Meu Cântico de Virtudes e de Amor, Meu Cântico impregnado de Sabedoria; porque Eu sou doente de amor por ti; e tu, Minha Propriedade, quanto mais conseguires Me amar, mais profundamente centrada estarás nas profundezas do Meu Coração;

Minha intimidade contigo fará tua alma brilhar, dando-te um nascimento nobre em Mim; pois a noite deve ceder à luz; serei o teu abrigo de dia e a luz das estrelas durante a noite; nas dificuldades sempre estarei contigo; estarei ao teu lado sempre e para sempre...7 tens algo a Me dizer, Minha Vassula?

ah! qualquer coisa que eu diga não será suficiente; colocai Vossas Palavras em minha boca para que eu, por minha vez, possa cantar-Vos dignamente, pela bondade que me tendes mostrado; como fostes capaz de realizar tanto em uma alma negra como a minha? ao observar a minha miséria eu deveria lamentar e chorar... e, no entanto, Vós me pastoreastes gentilmente, sem uma vara do Vosso lado, sem mostrar contrariedade nem reprovação com Vosso Olhar, falastes comigo com ternura, de Lábios ungidos de graça, me tranquilizando; descestes do Céu, do Vosso Trono Celestial, que está cercado de querubins, e entrastes em minha vida para me desposardes, apesar de minha miséria;8 não Vos importastes com o risco de desvalorizar Vosso Ilustre Cetro;

e agora pusestes um Cântico Novo em minha boca! um Cântico de louvor, um Cântico Nupcial, um Cântico de Amor para cantar a todas as Assembleias... para permitir-lhes entender Quem é Aquele que está do lado de fora da porta de seu coração, Quem é o Rei da Glória a quem esta terra pertence e tudo o que ela contém, o mundo e tudo o que nele vive... Quem é Aquele que permanece como uma coluna de incenso puro, brilhando à luz das estrelas, sob as estrelas, perfumando o cosmos, e Quem é Aquele que preparou um maravilhoso Banquete para a Sua noiva, esperando pacientemente em silêncio que ela desperte da terra do esquecimento para ungi-la; sem a Vossa Presença seríamos como água se esvaindo, como uma sombra se desvanecendo na noite, como uma estrela cadente morrendo no imenso universo; sem a menor hesitação, descestes de Vosso Trono Real, como uma Pomba vinda dos Céus, para repousardes em mim,9 em minha tremenda miséria;

do vale do esquecimento, despertastes minha memória para reconhecer-Vos, meu Amado Cristo, Vós me erguestes do poço do nada e eu Vos segurei com firmeza, agarrando a aba da Vossa túnica com medo que voltásseis as costas e fôsseis embora; agarrei Vossa túnica com firmeza para nunca mais Vos largar; soube, então, que eu era de Meu Amado e que Meu Amado era meu; Ele me possuía, mas eu também O possuía;

Vosso propósito se revelou diante de meus olhos e eu reconheci o Caminho, a Verdade e a Vida, por isso, como poderia eu deixar Meu Amado esperando? minha face, rosada pelo rubor da alegria como a de uma criança feliz, explodiu em risadas alegres, soando como água corrente, como um pequeno riacho ondulante, depois de ter reconhecido que o Meu Noivo é o Meu Redentor e o Meu Tudo, revestido de Majestade, mantendo-Se majestosamente de pé, como uma coluna de incenso perfumado!

Minha Amada, desde o teu nascimento nunca fiz segredo do Meu Amor e da Minha Lealdade para contigo; antes que nascesses, Vassula, já eras Minha! Meus Olhos jamais te largaram; Eu te desposei misticamente10 para prosperares em Minhas Mãos para Minha maior Glória e prosseguires com os desígnios que Eu tinha para ti; sou conhecido por coroar e realizar todos os Meus planos com sucesso, pois estou imbuído de Poder Real, de Esplendor e de Majestade; de fato, como um Noivo que cumula Sua amada noiva de presentes, Eu te coroei com guirlandas de Amor, em cada momento de tua vida; com os Presentes mais preciosos: a Minha Cruz, os Meus Cravos e a Minha Coroa de Espinhos, pois Minha recompensa é inefável; e agora, toma coragem e coloca tua mão direita na Minha e permite que Eu, teu Noivo, te mantenha com prodigalidade real exclusivamente para Mim na Câmara Nupcial do Meu Coração, tua Morada permanente;

oh sim! inebriado pelo Amor Eu te desposei,11 então permiti que tu, Minha noiva,12 levantasses os Véus que cobriam Minha Divindade para contemplares Minha Sagrada Face dia e noite, face a Face; de repente, teus pés vacilaram quando contemplavas Meu Rosto Luminoso, mas Eu te segurei com firmeza em Meu Abraço e te dei força e coragem dando-te um sublime Presente, permiti que tomasses parte em Meus Divinos Mistérios; Eu te ofereci o Meu Vinho Místico para beberes; inebriada com o Meu Vinho Místico, Me pediste mais; como um vencedor, te ofereci Minha Taça; te cortejei de todo Meu Coração oferecendo-te também o Meu Pão Místico, Sinal do Meu grande Amor e Presente do Noivo que exibe o Seu Amor à Sua noiva ungida; na Câmara Nupcial do Meu Coração, Eu te provei que és osso do Meu Osso, carne da Minha Carne, uma vez que te alimentei com o Meu Pão e Vinho Místicos; ah, Vassula, Eu guardei estes Presentes para ti desde toda a Eternidade para a tua Redenção;

desde o tempo em que me fizestes renascer, proclamei Vossa Justiça e creio que não fiz segredo de Vosso Amor e Fidelidade nem de Vossa Amabilidade para comigo em cada Assembleia;

Vós selastes minha fronte com Beijos divinos, tornastes minha língua como a pena de um escriba habilidoso;13 por isso, formais Vossas noivas, Vós as coroais com guirlandas de Amor, divertindo-as com Beijos amorosos de Vossa Boca, junto com o som de Vossa harpa de marfim; Vós as vestis ricamente com brocados dourados, as coroais com joias de Vossa Coroa de Espinhos; Vós santificais o seu respirar, derramais sobre elas uma chuva de Bênçãos; e como pombas viajantes, cobris suas asas de ouro para carregarem Vossas Bênçãos por toda parte, a fim de que as nações gritem e cantem de alegria;

Deus, Vós sois tão adorável; sois o mais belo; Vosso Tema, religião e virtude; Vossa Glória, sem comparação; Vosso Caminho, coberto de safiras, conduz à Câmara Mística de Vosso Coração; aí imortalizais cada noiva com Vosso Pão Místico e com Vosso Vinho Místico para que entre dignamente em Vosso Reino, enquanto Vossos Anjos celebram o Vosso triunfo ao som de trombetas! e Vós, em Vosso estilo senhorial, encorajais Vossa noiva, sussurrando suavemente em seu ouvido: “Eu Sou14 é agora o teu Noivo, todos os dias, todos os dias, porque estou unido a ti e sou um contigo; mergulha totalmente em Mim e sê um espírito comigo para que não mais pertenças ao mundo; agora que te seduzi e que estás enamorada de Mim, Eu te possuirei e tu Me possuirás; agora és do teu Amado e teu desejo é por Mim; Eu te transformarei em deus como resultado de Nossa Divina União;”

sim, é verdade, Minha noiva amada, ouve Minha Voz e aprecia Minha Doçura perfumada no Meu Cântico; se entendesses plenamente quão perto de ti Eu estou! Meu desejo era estampar-te como um selo em Meu Coração; agora sou tua doce fragrância, Vassula, abraçando-te completamente, estás entrelaçada Comigo dentro da Vida,15 pertences à Minha Casa Imperial; quem beber dignamente do Meu Vinho Místico será inebriado com Sua doçura e em seu coração terá sede por mais; e quando comerem o Meu Pão Místico seu coração rejubilará de inefável alegria e satisfação; junto de Mim, sua alma será inebriada com Minha Luz; envolvidos em Minha Luz, Eu permitirei que retirem seus véus nupciais para Me contemplarem de vez em quando para adoçar seu coração;

entende agora, Minha Amada Vassula, que te criei para Mim Mesmo e para o Meu plano Salvífico para seres o Meu Eco; Eu te coloquei como uma flor entre cardos para lembrares ao mundo que todas as almas às quais estou ligado se tornam Minhas noivas; quem Me encontrar encontra a Vida; junto com Meus Anjos, Eu elevarei Minha Voz, cantando até os confins da terra, para os desertos, para as cidades, para os cemitérios, para todos os habitantes do mundo, para que Saibam que, ainda que se tenham esquecido de Mim, Eu nunca os esqueci, porque são preciosos demais aos Meus Olhos; Meu Cântico transformará os desertos em jardins exuberantes e, nos montes áridos, rios cintilantes brotarão;

Eis que Eu faço novas todas as coisas...16

ah, em Meu Divino Cântico há incontáveis batimentos cardíacos, pulsando incessantemente com suspiros de nostalgia, com desejo de anunciar Meu Cântico para agitar cada coração; não pergunteis por que sou chamado de Vida, vosso Noivo vos dirá: Eu, que estou acima de todas as luzes, sou Vida porque, sem Mim, não podeis viver ou ser17 na escuridão, e nada mais pode existir; sou o Cristo, vosso Salvador, que vos diz para vos refugiardes em Minha Misericórdia;

mostrei Meu poder em ti, Minha Vassula, e operei maravilhas, e através de ti, Minha noiva, revelei Minha Ternura e Minha Misericórdia ao mundo; continuarei enchendo tua boca com Divina Sabedoria; quanto mais perto de Mim estiveres, tanto mais fácil será para o teu Noivo, junto com Sua Mãe, que é também tua Mãe, continuar te preparando até atingires a perfeição;18 Minha Obra ficaria incompleta se Eu não fosse capaz de te aperfeiçoar no teu amor;

através do Meu Cântico Eu revelo uma vez mais o Meu Amor Eterno e a Minha Fidelidade pela Minha Noiva;19 as montanhas, as colinas ecoam o Meu Cântico Real com Bênçãos; as perfumadas flores em botão desabrocham ao som do Meu Cântico, enviando sua fragrância para o alto dos céus, curvando-se profundamente à Minha Voz melodiosa; mostro a Minha maravilhosa Amabilidade, protegendo-te como a pupila dos Meus Olhos;

então vinde!20 por quanto tempo ainda vos escondereis em vosso túmulo escuro? por quanto tempo ainda devo esperar que abrais a porta do vosso coração? deixai-Me entrar para desenrolar como um pergaminho e vos revelar o caminho da Vida; Eu vos cingirei com Minha Doçura e Pureza para vos assemelhardes a uma torre de marfim; Eu sou a vossa Veste Real; ah,21 Vassula, abençoada de Meu Coração, falarei pelos teus lábios ungidos por Mim; atuarei através de ti, mostrando Meu semblante em ti como já te encobri Comigo Mesmo muitas vezes; jamais deixarei de conversar contigo e de ensinar-te a Sabedoria;

escutai! agora chamo todos vós que sois Minha semente, que sois ossos dos Meus Ossos, carne da Minha Carne para virdes provar as íntimas delícias do Coração do Vosso Noivo e tereis a Divindade inteira morando em vós! agora repousa a tua cabeça em Mim, Minha pomba, e permite-Me repousar no teu silêncio; ic


1 A Igreja e sua comunidade.

2 Jesus fala para a Sua Igreja.

3 Acho que aqui tem um duplo sentido: noiva representa a Igreja, mas também a alma.

4 Ao mesmo tempo ouvi a palavra ‘senso’.

5 O incenso representa a Divindade de Cristo.

6 O óleo representa simbolicamente a Presença e o Nome de Deus.

7 Depois de uma pequena pausa.

8 Cristo me mostrou, quando eu ainda era criança, que Ele estava me desposando espiritualmente .

9 Em uma visão que eu tive há alguns anos, uma Pomba branca, depois de voar em círculos entre as multidões numa igreja, pousou nas minhas mãos estendidas, permitindo que eu a apertasse contra o meu rosto.

10 Quando eu tinha cerca de 10 anos, sonhei que Cristo estava Se casando comigo. Logo depois, Sua Mãe me recebeu e, muito alegre, ajeitou melhor o meu vestido de noiva.

11 Espiritualmente.

12 Creio que aqui Cristo fala para todo aquele que O ama.

13 Sl 45,1.

14 O nome do Senhor: EU SOU .

15 ‘Vida’ pode ser entendido como ‘Cristo ou no Seio de Deus’.

16 Ap 21,5.

17 A palavra ‘ser’ deve ser entendida como ‘existir’.

18 Isto trouxe de volta à memória o sonho em que, depois de eu ter desposado Cristo, nossa Santa Mãe me recebeu com alegria e ajeitou o meu vestido de noiva, o meu cabelo e todo o resto para eu ficar bem apresentável para o Seu Filho.

19 A Igreja.

20 O Senhor chama todos aqueles que ainda não O conhecem.

21 Este ‘ah’ foi mais um suspiro do que outra coisa.


Compartilha esta Mensagem!