O HINO DE AMOR

(Maratona com Jesus)


 

Sê um arauto e um apóstolo de Nossa Deidade Trinitária

19 de outubro de 1998

Senhor, ajudai-me em tudo,
ajudai-me a fazer reparação pelo Vosso povo, pela Vossa Igreja,
a oferecer sacrifícios, orações
que se elevarão como incenso ao céu
e que serão um aroma calmante para o Pai,
um santo óleo para o Filho
e a consagração para o Espírito Santo.

Ó Santíssima Trindade, bordado de minha alma,
ornamentação esplêndida de meu coração,
emblema de minha mente, harmonia de minha voz,
sentinela de meu ser,
o que mais poderia dizer e ainda assim não ser suficiente?

sozinhos1 Nós cercamos Nosso território, em Nossa única Substância e único Poder e único Conhecimento, Nós somos um só Deus, sim, com uma Vontade e um Domínio, Nós cercamos Nossa propriedade2 para dar-lhe uma língua de discípulo, ungindo Nossa Obra Divina;3

em Nosso Poder, Nós Nos derramamos em ti como um líquido vivificante; como o sol brilhando na primavera, Nós brilhamos em ti, fortalecendo Nossa cidade e santuário,4 antes que teus opressores te maltratem;

em Nosso Conhecimento, Nós te aparecemos, comunicando-Nos a ti, instruindo-te e, através de ti, aos outros, com o conhecimento que os sábios receberam;

festa5 de Nossa Misericórdia! satisfação de Nossa Santidade Trinitária, enraiza-te em Nossa Vontade e sê como um bastão de incenso no tempo do verão, para continuares a manifestar a Verdade e dares uma melhor explicação da revelação que te é dada;

Nós te inundaremos com Nossa Luz, para um melhor entendimento de Nossa Palavra, imprimindo Nossa Divina Imagem em cada palavra que te é dada; Nossa Majestade suprirá tudo o que te faltar; então, como uma oliveira carregada de frutos, como um vaso de ouro maciço ornado com toda especie de pedras preciosas6 , tu repararás com dignidade nesta hora de dolorosa apostasia, e como cantores entoando hinos de louvor, tua frágil voz suplicará junto a Nós, com Nossos termos, com Nosso entendimento e dentro de Nossa Vontade; em Nossa real munificência, Nós, em Nosso abraço, dotamos teu coração com Sabedoria para que Ela possa ser passada a esta geração e que eles possam tirar proveito Dela;

por isso, pequena, continua a trilhar o caminho traçado com safiras para ti e sê um arauto e um apóstolo de Nossa Deidade Trinitária; semeia cada país para que Nosso Reino se estenda de mar a mar; as montanhas e os montes se inclinarão diante de Nossa justiça salvadora; e em Nosso Poder chamaremos à existência as coisas que não são,7 como as que são;

8 Eu sou a Vida e a Ressurreição que leva os mortos à vida; permanece dedicada a Mim e floresce; não te preocupes; sê como a rosa que cresce na margem do curso d'água; sê abençoada e desprende para teu Salvador um doce odor como de incenso, espalhando tua fragrância junto com a Minha em Minha Casa, inebriando Meus familiares à conversão e a um só coração;

Eu te protegerei da fúria e do ciúme; dize: "Todas as obras do Senhor são boas, ele supre toda necessidade na hora devida";9 sim, louva Minhas Obras e sê Meu Paraíso, deste modo, Paraskevi "μου"10

Ó Senhor,
que eu conserve Vossas Instruções na mente
e não permitais que o esquecimento
tire o melhor de mim!

Firmai meu passo, Glórioso Senhor,
e mantende-me desperta e a Vosso Serviço...

Minha filha, a Sabedoria iluminou tua alma como uma doce chama, revelando-te incessantemente Nossos segredos como também a Nós Próprios, de tal modo que isso possa reviver esta geração, revigorando-a para que cresça em Nosso esplendor e torne-se digna de entrar no Paraíso;

por Nossa Própria livre Vontade, Nós, em Nossa Glória Trina, Nos agradamos muito em favorecer-te intimamente e derramar em ti, com abundância, torrentes de delícias e consolações; Nós te revelamos algo esquecido pela Minha Igreja: esta doçura transbordante, sim! a divina doçura do Deus Todo-Poderoso que atrai miríades de anjos ao redor de Meu Trono, uma quantidade incontável de almas a adorar-Me e a deleitar-Se neste banquete celeste; em Nossa inefável doçura Nós abraçamos todo o Céu;

Minha Igreja esqueceu-Me, sim, negligenciou-Me, Minha Própria Esposa... Ela permanece nua e não mostra nenhum interesse em Minha Divina doçura; como é possível, Minha Esposa, que Me vires tuas costas, quando te abro Meu Coração para conversar contigo? Meu Coração está cheio de inefável doçura; ah! mas não compreendeste o que atrai Minha criação a Mim...

Minha companheira íntima, desvia teus olhos do que te rodeia e fixa teus olhos, tua mente e tua alma numa santa contemplação em Meu Coração, e permite-Me continuar nossa doce e íntima conversa contigo;

uma vida consumida generosamente por Mim, por tua própria vontade, encanta-Me, teu Divino Companheiro; uma vida que sofre insulto e calúnia por Minha Causa, emociona-Me às lágrimas; Alegria-de-Meu-Coração, ainda não compreendeste bem como no Meu fervoroso amor por ti Eu Me uni inseparavelmente a ti para que te tornes um só espírito Comigo; por isso permanece em Paz; Meu Amor fiel jamais te deixará;

Ah! meu Rei,
meu coração sente-se estimulado por Vosso nobre tema,
inebriado, sempre que Vos dirigis a mim;
a Graça11 está sobre mim, como orvalho,
cobrindo-me como sombra em Seu poderoso abraço,
minha fortaleza é o Próprio Deus,
o Deus que me ama fielmente.

vês, Meu amor, cada estrutura enlaçada em Mim torna-se santidade e pureza em Minha Divindade; por isso, tu, Minha Vassula, em Mim, estás sendo construída em um vaso santo no qual sou contido, uma pura e santa morada para Nossa Santidade Trina, no Espírito, no qual Nos podemos contemplar; por isso alegra-te e sê feliz diante de teu Esposo que é sempre tão generoso para contigo; permanece irrepreensível e Eu jamais te faltarei;

agora, Alegria-de-Meu-Coração, podes voltar às tuas outras obrigações; recebe de teu Salvador Seu Beijo de Divino Amor em tua fronte;

Eu, Jesus Cristo, te abençoo; ic;


1 Por Sua Livre Vontade a Santíssima e Diviníssima Trindade fez-me sua e veio habitar em mim, pois Eles decidiram e ninguém mais.

2 Eu.

3 Meu ser criado.

4 Nós somos a Cidade e o Santuário de Deus que habita em nós.

5 Deus chamou-me: Festa!

6 Eclo. 50, 10-9.

7 Levar esta geração a uma Ressurreição espiritual.

8 Jesus falou sozinho.

9 Eclo. 39, 33.

10 Em grego: μου = eu (Paraskevi).

11 Deus


Compartilha esta Mensagem!